Antes da viagem a Kiev para jogar a segunda mão do playoff da Liga Europa, o Marítimo recebeu e venceu o Boavista por 1-0. Num jogo mal jogado, valeu o golo de Bebeto na segunda parte a dar os três pontos.

Apenas três dias depois do jogo da primeira mão, Daniel Ramos prometeu algumas mexidas na equipa e elas aconteceram, com apenas a defesa a manter-se igual. A primeira parte não vai deixar grandes saudades, com nenhuma das equipas a mostrar grande inspiração no momento da construção de jogo, recorrendo muitas vezes ao pontapé longo. Pelo meio, uma oportunidade para cada lado. Primeiro foi a equipa de Miguel Leal a ameaçar, com Rossi a ficar muito perto do golo de cabeça depois de um livre. Já mais perto do intervalo, foi Lundberg a ficar em excelente posição para adiantar o Marítimo mas a falhar completamente o alvo.

A segunda parte melhorou em termos de qualidade de jogo, mas apenas ligeiramente. Apesar de tudo, o suficiente para haver um golo. Aos 58 minutos, Gildo encontrou Ibson na área, com este a cruzar para Bebeto, que recebeu e rematou sem hipótese para Vágner. Em vantagem, a equipa de Daniel Ramos usou o seu habitual pragmatismo para se defender dos ataques boavisteiros, que só conseguiram criar uma ocasião clara (e aí valeu Charles a negar o empate a Bulos).

O Marítimo chega aos seis pontos na Liga NOS, depois de duas vitórias em casa, preparando-se agora para jogar na casa do Dínamo de Kiev. Já o Boavista é a única equipa do campeonato que ainda não pontuou. Os axadrezados recebem o Desportivo das Aves na próxima semana.

Anúncios