Continua o pesadelo encarnado. Depois da derrota frente ao CSKA, na Luz, para a Liga dos Campeões, os encarnados voltam a perder pontos no campeonato, desta feita frente ao Boavista, último classificado à entrada para esta jornada e com um treinador novo chegado há 3 dias. Os tetracampeões nacionais somaram a primeira derrota no campeonato e já vão com 5 pontos perdidos… em 6 jornadas! Irreconhecíveis…

Rui Vitória apostou em Ruben Dias no eixo da defesa, a fazer dupla com Luisão. Lisandro foi relegado para a bancada. Os encarnados começaram bem, fortes, pressionantes, tentando aproveitar qualquer nervosismo que pudesse haver nos atletas axadrezados. Foi essa forma de jogar que fez com que o Benfica chegasse à vantagem com alguma naturalidade. Cruzamento milimétrico de Zivkovic para Jonas cabecear cruzado para o fundo da baliza de Vagner. 1-0 ainda antes dos 10 minutos de jogo.

O Benfica podia ter aumentado a vantagem até ao intervalo, mas o Boavista também ia espreitando a baliza de Bruno Varela, sempre que podia. A equipa de Jorge Simão chegou, inclusive, a introduzir o esférico na baliza encarnada, mas o golo foi anulado (e bem) por fora-de-jogo.

O reatamento da partida trouxe o oposto da primeira: um Boavista mais atrevido e um Benfica… decepcionante.

A formação de Rui Vitória baixou o ritmo de jogo e o Boavista cresceu com a entrada de David Simão no jogo. O empate surgiu num lance algo fortuito, que nasceu de um lançamento lateral. Após alguns ressaltos e cortes defeituosos, Renato Santos ganha a bola na grande área, passa sem problema pela defesa benfiquista que nem uma viatura na Via Verde, e remata cruzado para o tento da igualdade. Estavam decorridos 55 minutos de jogo.

20 minutos depois, surgia o golo da vitória! Livre direto bem cobrado por Fábio Espinho, Bruno Varela parece hesitar entre agarrar e socar a bola e quando se decide, já era tarde demais, acabando por fazer o mais complicado: socar para dentro da baliza. ‘Frango’ do jovem guardião encarnado e o Benfica com uma missão complicadíssima pela frente, missão essa que não conseguiu superar.

O Boavista consegue, assim, travar os encarnados em jogos para o campeonato pela terceira vez consecutiva. Já o Benfica soma então o terceiro jogo sem vencer dos últimos quatro (o segundo dos últimos três para o campeonato). Falta muita coisa a esta equipa e a tarefa do penta está cada vez a complicar-se mais. Os adeptos já mostram a sua indignação e o plantel promete reagir. Resta saber para quando…

Anúncios